A empresa limpou a fossa mas encheu de novo entenda o porque

A empresa limpou a fossa mas encheu de novo entenda o porque

A empresa limpou a fossa mas encheu de novo entenda o porque – O mau uso da fossa séptica produz a morte das bactérias, o que traz, como conseqüência, os transbordamentos constantes e a inviabilização do sistema. Uma fossa que transborda após um par de anos de uso, é, normalmente, uma fossa com problemas de manutenção ou dimensionamento.

O caminhão limpa fossa não tem por finalidade resolver o problema. A sua função é emergencial e, se as causas não forem sanadas com uma limpeza total, uma nova cultura de higiene doméstica e a inoculação de novas bactérias, a fossa continuará transbordando com freqüência cada vez maior, até que se construa uma nova.

Uma solução definitiva do problema vem acompanhada de uma radical mudança de hábitos. O uso constante de desinfetantes contendo bactericidas é o maior inimigo do seu bom funcionamento. A cada descarga de cloro e desinfetantes do tipo “Pinho Sol”, elimina-se, temporariamente, a vida dos “degradadores” existentes nos efluentes.

Se as descargas forem constantes destrói-se, permanentemente, o ecossistema bacteriano, inibindo, assim, qualquer possibilidade de um processo de degradação orgânica. Uma medida importante, neste caso, é a redução do uso destes produtos na higienização da casa.

Além disso, há uma lista de razões para as fossas sépticas não funcionarem convenientemente:

  1. Um defeito estrutural na fossa.

  2. Poços de infiltração inadequados, por vezes levando a uma ligação direta da fossa a uma vala ou canal adjacente.

  3. Não ter sido dada uma atenção suficiente à profundidade e comprimento dos poços de infiltração na fase inicial da construção.

  4. Terrenos de drenagem pobre, ex. argila ou subsolo compacto.

  5. Um lençol freático elevado e variável.

  6. Tamanho inadequado do terreno para a drenagem da fossa séptica.

  7. Aumento da necessidade  e demanda de uso de água, ex. pelos electrodomésticos como as máquinas de lavar que consomem muita água, descargas com vazamentos.

  8. Uso excessivo de desinfetantes, detergentes e materiais de limpeza. Devem ser usados produtos biodegradáveis sempre que possível. Pode ser necessário adicionar bactérias especiais à sua fossa.

  9. Manutenção inadequada.

  10. Esvaziamento e limpeza pouco frequente, recomenda-se que as fossas sejam esvaziadas uma vez por ano, ou semestralmente, trimestralmente, dependendo da necessidade do local, fluxo de pessoas, etc.

  11. Poços de infiltração bloqueados com resíduos de detergente ou gordura.

  12. Incapacidade do solo de absorver mais efluente.

Sendo assim, caso isso ocorra com você, analise as razões, investigue minunciosamente as causas e evite a recorrência desse problema. Quando chamar uma empresa especializada para realizar a limpeza de fossa, contrate também um pedreiro de sua confiança para que o mesmo possa sanar o problema juntamente com a empresa de limpeza.

Por: Blog de Noticias: A empresa limpou a fossa mas encheu de novo entenda o porque