Desentupimento com soda cáustica: nem sempre é a solução

Desentupimento com soda cáustica: nem sempre é a solução

Muitas receitas para desentupimentos caseiros tem a soda cáustica como ingrediente. A soda é um produto altamente corrosivo e é muito fácil de acontecerem queimaduras quando se manipula ela. Além disso, nem sempre o desentupimento por meio da soda é garantia de problema resolvido.

O primeiro problema que pode ocorrer com a soda cáustica é o mais comum e, teoricamente, o mais simples de ser resolvido. Ele ocorre quando existe muita água entre a soda e o ponto entupido da tubulação. Caso você já tenha, alguma vez, optado por esse método e se deparou com tal empecilho, o certo seria ter colocado a soda cáustica em contato direto com o que estava obstruindo o cano, ou com a menor quantidade de água possível no cano. Com muita água, a soda chega muito diluída no local entupido, o que impede o funcionamento da solução caseira.

Outro problema que também é consequência do (mau) uso da soda cáustica em desentupimentos é que ela, junto com a gordura, formará, no encanamento, placas de pedra, fazendo com que o entupimento seja bem maior.

Mas não é somente com a gordura que a soda reage. Na pele humana, ela também pode causar sérios danos, se manuseada incorretamente, mesmo que os sintomas sejam demorados e silenciosos. Caso isso aconteça, a pessoa que entrar em contato com a soda deve retirar toda a roupa e permanecer debaixo da água corrente por, pelo menos, vinte minutos. E, se por um descuido, a soda respingar nos olhos, recomenda-se lavar com um jato forte de água, já que pode causar cegueira.

Se, depois de várias tentativas, a solução com soda não funcionar, então, provavelmente, o seu cano não esteja entupido com materiais de origem orgânica, como gordura e restos de comida, por exemplo, mas, sim, com objetos. Neste caso, o mais recomendável a fazer é chamar um serviço de desentupimento, que contará com máquinas e pessoal adequados para a situação.