Desentupir Fossa: As Melhores Técnicas

Desentupir Fossa: As Melhores Técnicas

Desentupir Fossa: As Melhores Técnicas para Resolver esse Problema. Quando a sua pia ou o vaso sanitário estão funcionando normalmente, é fácil esquecer-se da existência do sistema de esgoto.

No entanto, se você tiver uma fossa, é importante garantir que tudo esteja operando corretamente o tempo todo de modo a não ser pego de surpresa tendo de descobrir como desentupir fossa e evitar problemas na operação de seu negócio.

Quando existe um problema no sistema séptico, nem sempre é óbvio perceber a sua origem. O diagnóstico imediato do problema é importante para garantir que ele não piore ou cause transtornos maiores.

No entanto, se o pior aconteceu, continue a leitura e conheça as principais dicas de como desentupir fossa. Acompanhe.


O que Causa o Entupimento da Fossa?

Uma das primeiras perguntas a se fazer quando a fossa lhe causa problemas é quando foi a última vez que ela foi limpa. A fossa séptica se enche gradualmente com resíduos sólidos.

Uma vez que ela esteja cheia, você poderá enfrentar entupimentos nos banheiros ou, ainda, drenos lentos em pias. Geralmente, o excesso de gordura é o principal vilão das fossas, causando bloqueios e obstruções. Como a gordura não se decompõe no tanque, ela acaba se acumulando e enchendo a fossa mais rápido, o que diminui o tempo demandado entre uma manutenção e outra.

Portanto, sempre que possível, não jogue gordura e outros tipos de alimentos no ralo. O objetivo é reduzir a quantidade de sólidos que entram no tanque. O que quer que você despeje no ralo, terá de ser bombeado futuramente do seu sistema séptico.


Outros Motivos para Desentupir Fossa e Evitar a Recorrência desse Transtorno

Um sistema séptico que não é mantido adequadamente pode ser um risco para a saúde. Em uma fossa podem existir bactérias, vírus e parasitas que provocam doenças e infecções sérias, caso você ou outra pessoa entre em contato com essa água.

Além disso, o lodo de uma fossa entupida pode infiltrar-se em águas subterrâneas e contaminar a água potável, um risco significativo à saúde não apenas para você, mas também para a sua comunidade, seus clientes e a credibilidade de seu negócio.

Além do cheiro, os sistemas sépticos também possuem gases perigosos, como sulfato de hidrogênio, amônia, dióxido de carbono, dióxido de nitrogênio, monóxido de carbono, entre outros. Esses gases podem provocar irritação na boca, no nariz e na garganta, além de danos pulmonares e até asfixia.

Por tudo isso, é crucial saber como desentupir fossa e adotar uma rotina de cuidados para que esse equipamento funcione bem e esteja sob condições de higiene adequadas.


Como Desentupir Fossa e Prevenir o Entupimento do Sistema Séptico?

Para desentupir fossa, abra o dispositivo e deixe-o ventilar por alguns minutos. Para fazer a sucção dos dejetos, você irá precisar de uma bomba específica. Cheque se a fossa tem uma caixa de inspeção ou um tubo específico para limpeza. Se houver, coloque a mangueira da bomba nesse compartimento e ligue a bomba.

Uma dica importante: não retire 100% dos resíduos ao desentupir fossa. É indicado deixar cerca de 10% dele no dispositivo para facilitar o funcionamento da fossa. Depois, é preciso separar e encaminhar os resíduos à sua destinação correta.

Se tratada e mantida adequadamente, a fossa durará muito tempo. Portanto, a melhor forma de desentupir fossas é, em primeiro lugar, evitando novos entupimentos.

Uma das soluções mais poderosas, baratas e naturais para a limpeza preventiva de fossas está no biodigestor. Esse tipo de produto liquefaz os resíduos no tanque séptico e mantém as linhas de esgoto limpas e sem odor. O produto é composto por uma fórmula biológica projetada para limpar preventivamente todo o seu sistema séptico.

O biodigestor possui uma alta concentração de microrganismos naturais que decompõem gorduras, proteínas e açúcares, entre outros compostos orgânicos. Ele é uma alternativa ecológica e segura à soda cáustica, mantendo as tubulações e fossas limpas, sem oferecer riscos para as pessoas, animais ou meio ambiente.

O produto é ativado com a água e pode ser utilizado mensalmente, ao longo do ano. Dessa forma, se você possui uma fossa, é aconselhável manter um biodigestor à mão. É sempre melhor prevenir do que remediar, além de essa atitude poder gerar economias expressivas no longo prazo.