Entupimento de fossa é causado por falta de limpeza

Entupimento de fossa é causado por falta de limpeza

Entupimento de fossa é causado por falta de limpeza conforme já mostramos anteriormente, a fossa séptica é uma unidade de tratamento primário de esgoto doméstico. 

Nela são feitas a separação e a transformação físico-química da matéria sólida contida no esgoto. Por esse motivo, elas precisam passar por manutenções periódicas para evitar que seu limite não exceda. 

Do contrário, ocorre o entupimento de fossa. Mas como saber se a fossa está cheia? Há alguns sinais reconhecíveis que lhe permitirá saber quando ela precisa ser esvaziada e assim evitar um entupimento de fossa.

Observe, por exemplo, o escoamento da água na pia e no vaso sanitário. Se ela estiver descendo muito devagar, com certeza há algum problema, como: entupimento, fossa muito cheia ou algo mais grave, que deve ser reparado logo.

Por isso, nestes casos vale a pena procurar um especialista.


Mau cheiro pela casa ou quintal?

Se a fossa séptica já estiver com problemas, certamente você saberá! Preste atenção se perceberá cheiro de esgoto retornando pelos ralos e pias ou mesmo no lado exterior da casa.

Isso pode ser sinal de entupimento de fossa e de futuro transbordamento, o que ocasionará um problema ainda maior.


Transbordamento e entupimento de fossa

Problemas de manutenção ou dimensionamento também podem causar transbordamentos. Por isso, fique atento para possíveis poças que possam surgir no quintal ou nas proximidades dos ralos.

São fortes indicações de que há algum problema com o sistema da fossa séptica. Se as causas de tais ocorrências não forem sanadas com uma limpeza total, a fossa continuará transbordando com frequência cada vez maior.

 Uma boa dica de como saber se a fossa está cheia é chamar uma empresa especializada no desentupimento de fossa.


As causas mais comuns do entupimento de fossas e esgotos

São muitos os motivos que podem causar o entupimento dos esgotos de casas, condomínios e indústrias, mas, na maioria das vezes, a principal causa é a falta de manutenção preventiva e ou falta de informações dos usuários.

Apesar de parecer que a tubulação simplesmente entope de um dia para o outro, a verdade é que a maior parte dos entupimentos podem ser evitados através da prevenção e de uma pequena mudança de hábito dos moradores.


Principais causas de entupimento

Jogar papel higiênico nos vasos é um problema em muitas casas e empresas. Apenas os papéis higiênicos feitos de material biodegradável podem ser mandados descarga abaixo.

A mudança de hábito dos usuários nesse quesito pode ser um grande passo para que problemas com entupimentos não ocorram. Além dos vasos, muitas pessoas usam o vaso sanitário para jogar produto como absorventes.

Fio dental, algodão, embalagens etc. O vaso não deve receber esse tipo de material para manter o bom funcionamento. Os restos de comida também costumam ser lançados pelo ralo ou pela privada.

Mas, sem dúvidas não é a melhor opção. Eles ficam parados no sifão e entopem a tubulação. Faça o descarte coreto. O óleo também é um grande problema dos entupimentos. 

Ele gruda nas paredes dos canos e impede que o esgoto passe. Nos bueiros, uma das principais causas do entupimento é o despejo de lixo nas ruas.

Eles vão direto para a boca de lobo e evitam que a água passe pelas tubulações e galerias. A falta de limpeza no sifão de pias e ralos é um problema comum que causa entupimento.

Os restos que passam pelo ralo ficam parados no sifão e obstruem a passagem do esgoto. No ralo do chuveiro, um dos principais causadores de entupimento é o cabelo, principalmente nas casas com muitas mulheres.

O ideal é sempre limpar o cabelo do chão e jogar no lixo. A barba masculina também é um problema para as pias. Após barbear, o ideal é recolher os pelos e jogar no lixo ao invés de mandar ralo abaixo.

Os fiapos de roupas causam entupimento na lavanderia. Esse tipo de entupimento é acidental, não tem como prevenir.


O que fazer quando entope?

Existem muitos métodos caseiros e alternativos para desentupir pias e ralos, mas alguns deles são abrasivos e podem comprometer a rede de esgoto da sua casa. 

Uma das principais dicas é fazer uma pequena mistura com 500 ml de água morna, 100 ml de vinagre branco e 100 gr de bicarbonato de sódio. Jogue pelo ralo e espere cerca de meia hora.

Depois, jogue um litro de água morna para remover a mistura. Essa alternativa costuma funcionar muito bem com os ralos de banheiro e cozinha por serem entupidos com produtos que podem ser dissolvidos. 

No caso de pequenos objetos, essa substância não será de grande ajuda. Quando essa mistura não funcionar, a melhor alternativa é chamar uma desentupidora para resolver o problema.


A importância da manutenção preventiva da limpeza de fossa

As atividades relacionadas à atuação das desentupidoras cresceram mesmo nos últimos anos de crise da economia brasileira. Isso aconteceu em função da importância dos seus serviços.

Indispensáveis na vida cotidiana doméstica e industrial. De acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), inclusive, problemas com saneamento podem trazer prejuízos à produtividade nas empresas.

Além disso, é claro, o valor do imóvel é prejudicado na ausência de condições básicas. Apesar de acontecer em residências, uma condição que acomete notadamente o ambiente industrial é o de entupimento de fossa.

Quando isso acontece, prejudica todo o tratamento de esgoto, comprometendo a saúde de todos.


O que são as fossas sépticas?

A fossa séptica nada mais é do que um sistema de tratamento do esgoto. Elas recebem, principalmente em ambiente empresarial, um volume alto de resíduos. No entanto, a fonte também pode ser doméstica.

Onde também deve haver um grande cuidado de manutenção preventiva. A finalidade das fossas é a de funcionar como se fosse uma primeira etapa no tratamento dos dejetos. 

Uma vez que os resíduos cheguem nelas, haverá uma separação simples entre aquilo que é sólido e o que é líquido. Segundo definição da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), existem três tipos de fossas.

São elas a de câmara única, a de câmaras sobrepostas e a de câmaras em série. A sua instalação deve ser feita de acordo com a norma NBR-7229.


Entenda a limpeza de fossa

Por conseguinte, assim como todos os demais serviços e utilitários que servem no tratamento de água e esgoto, é usual haver entupimento, algo até esperado. Isso ocorre em função do volume de resíduos que a fossa recebe.

Para evitar que haja o entupimento, o mais indicado são as manutenções preventivas. Uma vez que é difícil saber o que se passa na fossa sem um trabalho especializado, contrata-se o serviço de desentupidoras.

Capacitadas com pessoal técnico e maquinário capazes de efetuar uma avaliação do local. Quando a fossa conta com serviços de manutenção periódicos e está em bom estado.

Os benefícios acabam sendo levados a todo ramal a que ela está ligada. Isso porque quando há entupimento num local, é comum que no resto ocorra o mesmo, deixando o serviço mais complexo e mais custoso.

Resume-se, ademais, os principais benefícios da limpeza de fossa:

Evitar o mau cheiro. Prevenir a chegada de insetos (como moscas, principalmente). Impedir a contaminação da água e do solo. Evitar doenças. Prevenir problemas mais graves na tubulação e no ramal.

Evitar que o serviço se torne mais difícil e mais caro. A periodicidade da manutenção varia de acordo com dois fatores. Um deles é a quantidade de uso, uma vez que, conforme já dito, quanto maior é o volume de dejetos.

Mais fácil entupir. A segunda é o tempo de utilização da fossa – a ABNT indica um período máximo de um ano.


Sinais de que a fossa está sobrecarregada

São muitos os casos em que é subestimada a importância da limpeza de fossa séptica e o pior acaba acontecendo. Nestas situações, não necessariamente a fossa já entupiu, mas há um indicativo de que está prestes a acontecer. 

É bom ficar atento a algumas questões:

Já se passou mais de um ano do último serviço de manutenção. Existe a possibilidade de raízes de árvores estarem causando danos no subsolo e, por conseguinte, na fossa. 

O gramado, principalmente na parte lateral, está com mau cheiro. O fluxo de utilização da fossa aumentou muito desde a última manutenção. Jardim molhado mesmo com ausência de período chuvoso.


Escolhendo um serviço de desentupimento de fossa

Nesse sentido, contratar uma empresa que faça um serviço sério e de qualidade é fundamental, uma vez que os prejuízos de uma fossa entupida são altos e podem se alastrar. 

Alguns quesitos devem ser cumpridos pela desentupidora. Atualmente, existem legislações específicas, em âmbito federal, estadual e municipal. Cada prestadora de serviço deve obedecer a esses parâmetros legais.

A fim de garantir a lisura do serviço, o comprometimento com o meio ambiente e a garantia de qualidade ao cliente. Adicionalmente, é fundamental que a desentupidora seja equipada com maquinários modernos.

E que os profissionais sejam experientes e capacitados. Um serviço mal feito pode gerar efeitos em cascata, capazes de prejudicar toda a rede do local.

As técnicas indicadas nesse serviço são as de limpeza de fossa por sucção ou por hidrojateamento. Na primeira, é utilizado um caminhão a vácuo como instrumento principal. Inicialmente, uma mangueira faz a limpeza.

Em seguida, os detritos são sugados, armazenados e transportados até um local adequado para remoção, onde não há risco de contaminações ao meio ambiente e à saúde da população.

No segundo método, de hidrojateamento, bombas de alta pressão e de alta vazão, com bicos rotativos, fazem o serviço. A diferença aqui é que em vez de realizar a sucção dos resíduos, eles são eliminados pela própria tubulação.

 Isso só é realizado quando não há risco de entupir a rede de esgoto mais à frente.