Limpa Fossa em Pedra Redonda

Limpa Fossa em Pedra Redonda

A Limpa Fossa em Pedra Redonda conta com equipamento para retirar os resíduos e limpar o seu tanque estamos a disposição. Temos um diretório completo de limpa fossa licenciados, com referências e preços competitivos para fazer o serviço de Limpa Fossa em Pedra Redonda. Pode ser um tanque imenso ou até mesmo um bem simples que os serviços são sempre da mais alta qualidade. Ligue agora mesmo sem compromisso.

Nossos funcionários são treinados para explicar claramente quais são as opções disponíveis para a realização do serviço de Limpa Fossa em Pedra Redonda, deixando você livre para decidir qual a opção que mais agrada. Cuidar bem do seu sistema séptico é economizar em custos de manutenção e proteger a qualidade da água. Não espere até que você tenha um problema, a limpeza de rotina aumenta a vida útil do tanque além de prevenir falhas no sistema.

Temos equipes preparadas para atender em todos os bairros. Fale com a Limpa Fossa em Pedra Redonda e receba orçamentos e tire suas duvidas. Para uma boa manutenção do sistema, você precisa ter o seu tanque séptico bombeado e limpeza a cada um a três anos. Em média uma casa com dois banheiros e três ocupantes irá produzir mais de 150.000 litros de águas residuais por ano, isso significa uma media de 400 litros por dia!

Receba agora os orçamentos de Limpa Fossa em Pedra Redonda sem compromisso. Esgotamento de fossa séptica, fossa negra, sumidouros, tanque de decantação e poços de recalque.  Poucos proprietários conhecem o sistema de funcionamento de uma fossa séptica, o sistema séptico fornece um serviço essencial e é um dos sistemas mais importantes em sua casa. Seu tanque séptico recolhe e trata os resíduos provenientes de todo o esgoto.


Limpa Fossa

Pedra Redonda em Porto Alegre

Pedra Redonda em Porto Alegre

Pedra Redonda é um bairro nobre da cidade brasileira de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Foi criado pela Lei 202 de 7 de dezembro de 1959. Por conta de sua praia, a Pedra Redonda ganhou notoriedade no início do século XX como um dos lugares de lazer e de veraneio dos porto-alegrenses. Nessa época se estabeleceram as primeiras ligações do Centro Histórico da capital com a Zona Sul, então pouco habitada.

A construção de uma extinta estrada de ferro, chamada de Estrada do Riacho, ocorreu em 1912. O único vestígio dessa linha férrea é um pequeno fosso que fora escavado na Vila Conceição, ao lado do Morro do Sétimo Céu. Hoje, este pedaço se encontra escondido pela mata e pela ponte que liga a Rua Picasso com a Avenida Wenceslau Escobar, que se torna Avenida Coronel Marcos.

Também se implantou um trapiche conectando a antiga estação Ildefonso Pinto, junto ao Mercado Público, com a Pedra Redonda na década de 1920. Os barcos a vapor que faziam o trajeto fluvial se chamavam Bubi e Guaporé, e o trapiche se localizava em frente ao antigo “Hotel Cassino da Pedra Redonda”, atualmente sede campestre da Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul.

O bairro recebeu esse nome em função do formato das rochas encontradas na orla. De fato, algumas dessas pedras foram extraídas para a construção do Cais Mauá. As pessoas costumavam aproveitar a praia em famílias inteiras, fazendo piqueniques e banhando-se em um Guaíba de águas limpas. Em vez de vestiários, havia barraquinhas amarradas em galhos de árvores, que lembravam cones, onde eles colocavam seus trajes de banho.

Data desta época ainda a chácara “Vila Clotilde”, cujo casarão se tornou conhecido como um dos cenários da primeira novela gravada no estado do Rio Grande do Sul: Pedra Redonda, 39. Filmada em 1965, a novela estrelou Tarcísio Meira e Glória Menezes, e seu título faz referência ao antigo endereço da mansão – a Estrada da Pedra Redonda corresponde à atual Avenida Coronel Marcos.

Outro episódio envolvendo a mansão foi a visita para um chá, em 1931, da então primeira-dama brasileira, Darcy Vargas. A Vila Clotilde pertenceu ao rico comerciante Oscar Bastian e à sua esposa, Clotilde. A única filha deles, Lya Bastian Meyer, introduziu o balé no estado, tendo sido a primeira diretora de dança do Theatro São Pedro. Antes de ser parcialmente vendido, o terreno da chácara abrangia todo o Morro do Sabiá (de 41 metros de altura), a principal atração natural do bairro depois da própria orla. Hoje, o topo do Morro pertence ao Colégio Anchieta

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pedra_Redonda_(Porto_Alegre)