Limpeza em fossa entenda a importância

Limpeza em fossa entenda a importância

Limpeza em fossa entenda a importância você sabia que a Limpeza de fossa séptica deve ser inserida na rotina de manutenções da sua casa (se ela tiver esse sistema)?

Confira o post desta semana e entenda a importância de manter essa higienização em dia. A Limpeza de fossa séptica dentro do período recomendado é vital para manter a saúde das pessoas.

E evitar a contaminação do meio ambiente. Motivos não faltam para você realizar regularmente a limpeza da sua fossa séptica, e para te ajudar a entender a real importância, ressaltamos a seguir algumas das principais razões:

Impede o mau cheiro e proliferação de pragas Ninguém quer chegar em casa e descobrir que o seu jardim está exalando um cheiro nada agradável de esgoto, não é mesmo?

Se você não realizar a limpeza da fossa séptica por muito tempo, ela pode entupir e transbordar, resultando em mau cheiro na sua propriedade.

O odor desagradável e o solo contaminado podem acabar facilitando a proliferação de pragas domésticas, como moscas, baratas e ratos.

Livrar-se dessas pragas pode ser uma tarefa desagradável e custosa, que poderia ter sido prevenida pela limpeza preventiva.


Limpeza de fossa séptica previne doenças

Não deve ser nenhuma surpresa que a falta de limpeza da fossa séptica pode apresentar riscos à saúde. Afinal, trata-se de esgoto não tratado.

Em caso de enchente, entupimento ou ingestão acidental, há uma série de doenças que podem infectar as pessoas que entrarem em contato com os dejetos, dentre elas diarreia, giardíase, febre tifoide, lombrigas.

Por isso, mantenha a manutenção da fossa séptica da sua casa sempre em dia e deixe sua família protegida desses perigos.


Impede a contaminação do meio ambiente

A função da fossa séptica é transformar o material nocivo do esgoto em um composto menos agressivo ao meio ambiente.

Isso é essencial para não comprometer todo o tratamento de esgoto da região e garantir a água limpa que chega à sua casa.

No caso de a sua fossa sem limpeza entupir ou transbordar, agentes contaminantes como iodo e chorume podem acabar em rios e no solo, prejudicando a natureza e os afluentes naquela área.


Previne danos maiores na estrutura

Enquanto o serviço de limpeza é relativamente simples, substituir o seu tanque fossa danificado pela falta de manutenção pode sair caro ao seu bolso.

A Limpeza de fossa séptica preventivamente é uma forma de garantir que ela realize o seu trabalho corretamente e não dê problema.

Além disso, durante a limpeza, é possível realizar uma inspeção para garantir que a fossa esteja em boas condições.


Quando limpar a fossa séptica?

A limpeza da fossa séptica deve ser realizada, em média, uma vez por ano, variando de acordo com o tamanho do tanque e a intensidade do uso.

O ideal é que esse trabalho seja realizado por uma desentupidora especializada, e por profissionais experientes, para que você não corra o risco de se contaminar no processo.

Contratar uma empresa experiente também garante que o serviço seja realizado de acordo com a rígida legislação para o descarte de efluentes domésticos.


A importância da manutenção preventiva da Limpeza de fossa

As atividades relacionadas à atuação das desentupidoras cresceram mesmo nos últimos anos de crise da economia brasileira.

Isso aconteceu em função da importância dos seus serviços, indispensáveis na vida cotidiana doméstica e industrial. De acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Inclusive, problemas com saneamento podem trazer prejuízos à produtividade nas empresas. Além disso, é claro, o valor do imóvel é prejudicado na ausência de condições básicas.

Apesar de acontecer em residências, uma condição que acomete notadamente o ambiente industrial é o de entupimento de fossa.

Quando isso acontece, prejudica todo o tratamento de esgoto, comprometendo a saúde de todos.


O que são as fossas sépticas?

A fossa séptica nada mais é do que um sistema de tratamento do esgoto. Elas recebem, principalmente em ambiente empresarial, um volume alto de resíduos.

No entanto, a fonte também pode ser doméstica, onde também deve haver um grande cuidado de manutenção preventiva.

A finalidade das fossas é a de funcionar como se fosse uma primeira etapa no tratamento dos dejetos. Uma vez que os resíduos cheguem nelas, haverá uma separação simples entre aquilo que é sólido e o que é líquido.

Segundo definição da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), existem três tipos de fossas. São elas a de câmara única, a de câmaras sobrepostas e a de câmaras em série.

A sua instalação deve ser feita de acordo com a norma NBR-7229. Por conseguinte, assim como todos os demais serviços e utilitários que servem no tratamento de água e esgoto, é usual haver entupimento, algo até esperado.

Isso ocorre em função do volume de resíduos que a fossa recebe. Para evitar que haja o entupimento, o mais indicado são as manutenções preventivas.

Uma vez que é difícil saber o que se passa na fossa sem um trabalho especializado, contrata-se o serviço de desentupidoras, capacitadas com pessoal técnico e maquinário capazes de efetuar uma avaliação do local.

Quando a fossa conta com serviços de manutenção periódicos e está em bom estado, os benefícios acabam sendo levados a todo ramal a que ela está ligada.

Isso porque quando há entupimento num local, é comum que no resto ocorra o mesmo, deixando o serviço mais complexo e mais custoso. Resume-se, ademais, os principais benefícios da Limpeza de fossa:

Evitar o mau cheiro. Prevenir a chegada de insetos (como moscas, principalmente). Impedir a contaminação da água e do solo. Evitar doenças. Prevenir problemas mais graves na tubulação e no ramal


Evitar que o serviço se torne mais difícil e mais caro

A periodicidade da manutenção varia de acordo com dois fatores. Um deles é a quantidade de uso, uma vez que, conforme já dito, quanto maior é o volume de dejetos, mais fácil entupir.

A segunda é o tempo de utilização da fossa – a ABNT indica um período máximo de um ano.


Sinais de que a fossa está sobrecarregada

São muitos os casos em que é subestimada a importância da Limpeza de fossa séptica e o pior acaba acontecendo. Nestas situações, não necessariamente a fossa já entupiu, mas há um indicativo de que está prestes a acontecer.

É bom ficar atento a algumas questões:

Já se passou mais de um ano do último serviço de manutenção. Existe a possibilidade de raízes de árvores estarem causando danos no subsolo e, por conseguinte, na fossa. 

O gramado, principalmente na parte lateral, está com mau cheiro. O fluxo de utilização da fossa aumentou muito desde a última manutenção. 

Jardim molhado mesmo com ausência de período chuvoso.


Escolhendo um serviço de desentupimento de fossa

Nesse sentido, contratar uma empresa que faça um serviço sério e de qualidade é fundamental, uma vez que os prejuízos de uma fossa entupida são altos e podem se alastrar.

Alguns quesitos devem ser cumpridos pela desentupidora. Atualmente, existem legislações específicas, em âmbito federal, estadual e municipal.

Cada prestadora de serviço deve obedecer a esses parâmetros legais, a fim de garantir a lisura do serviço, o comprometimento com o meio ambiente e a garantia de qualidade ao cliente.

Adicionalmente, é fundamental que a desentupidora seja equipada com maquinários modernos e que os profissionais sejam experientes e capacitados.

Um serviço mal feito pode gerar efeitos em cascata, capazes de prejudicar toda a rede do local. As técnicas indicadas nesse serviço são as de Limpeza de fossa por sucção ou por hidrojateamento.

Na primeira, é utilizado um caminhão a vácuo como instrumento principal. Inicialmente, uma mangueira faz a limpeza.

Em seguida, os detritos são sugados, armazenados e transportados até um local adequado para remoção, onde não há risco de contaminações ao meio ambiente e à saúde da população.

No segundo método, de hidrojateamento, bombas de alta pressão e de alta vazão, com bicos rotativos, fazem o serviço.

A diferença aqui é que em vez de realizar a sucção dos resíduos, eles são eliminados pela própria tubulação. Isso só é realizado quando não há risco de entupir a rede de esgoto mais à frente.