O que é Limpa Fossa

O que é Limpa Fossa

O que é Limpa Fossa – Mas para Fossa Séptica ser eficiente, é preciso conhecer seu funcionamento e principalmente manter sua limpeza em dia. Para isso, uma empresa desentupidora é indicada e neste artigo, falaremos sobre o que é Fossa Séptica e como é feito o esgotamento de Fossa.

Um dos sistemas de esgoto mais usados no mundo, o serviço de limpa fossa é utilizada em regiões que a rede de esgoto pública das cidades de Porto Alegre onde não chegou. A rede de esgoto possui tubulações com vários ramais ligados nas residências, recebendo dejetos líquidos e sólidos e levando para estações de tratamento.

O esgoto é recebido e tratado e posteriormente lançado nos rios e mares, oferecendo água com qualidade de uso. A Fossa Séptica, é usada como sistema de armazenamento de compostos fisiológicos, evitando assim que estes dejetos sejam lançados no meio ambiente e contaminando a água ou mesmo oferecendo riscos a saúde das pessoas, quando cheia a necessidade de chamar uma empresa Limpa Fossa em Porto Alegre.

No Brasil, quase a metade da população do país vive sem saneamento básico e sem a utilização de Fossa Séptica. Com esgoto a céu aberto, o risco de insetos nocivos e contaminação da água, além da degradação do meio ambiente como um todo é muito maior. Para evitar doenças, a melhor saída em regiões sem esgoto público é sem dúvida a Fossa Séptica.

Segundo a ONU, a Fossa Séptica é um uso primário é necessário para regiões sem saneamento básico. A Fossa oferece inclusive, um cuidado maior com o meio ambiente, já que é uma prática reconhecida como mais natural e sem a necessidade de tratamento especial.


Como é Feita e como o Funciona a Fossa Séptica

A Fossa Séptica é um local de armazenamento de dejetos e como tal, não deve ficar próximo demais da residência da qual recebe o esgoto, com uma distância de no máximo 4 metros.

A caixa pode ser feita de concreto ou material de caixa d´água como o polietileno, que além de ser um material durável e resistente, ainda oferece mais facilidade na hora da instalação.

A Fossa Séptica receberá dejetos tanto dos banheiros como pias da cozinha e lavanderia, além de ralos. A forma como a Fossa Séptica funciona é bem simples e diferente do esgoto público das cidades.

Basicamente, cada dejeto que é lançado na Fossa sofre a ação da gravidade, ou seja, o que for sólido ficará depositado na parte de baixo, enquanto o líquido fica em cima. Depois de algumas horas, esse líquido, agora mais purificado, é descartado através de um encanamento específico chamado sumidouro e na caixa ficará apenas os dejetos sólidos.

É importante frisar, que todo esse líquido não oferece riscos de contaminação ao meio ambiente, pois foi de forma natural, retirada suas impurezas. Os dejetos sólidos existentes receberão agora a ação de bactérias anaeróbicas, microorganismos vivos que só podem se desenvolver na ausência de oxigênio e trabalham na decomposição de dejetos fisiológicos.

Quanto mais dejetos são decompostos, mais sedimentos são depositados no fundo da fossa, produzindo gases que são eliminados naturalmente, permitindo que fique apenas um lodo na base, que com o tempo deve ser eliminado do local. A cada dia, mais dejetos são lançados e todo processo é contínuo, necessitando em um dado momento, a manutenção e limpeza do local.


Esgotamento de Fossa em Porto Alegre

O Esgotamento de Fossa Séptica é o nome dado para limpeza total da Fossa, que deve ser feito num período de 3 em 3 anos, em uma fossa com armazenamento de até 1.000 litros, indicada para locais com até 4 moradores.

O esgotamento de fossa deve ser feito também, assim que é percebido alguns sinais de que possa haver entupimento. Por exemplo, sujeira que retorna para o vaso sanitário ou ralos de pias, tanque e externos.

Outro sinal de que a fossa possa estar cheia, é o mau cheiro e possivelmente dejetos que comecem a sair ou empurrar a tampa por conta do compartimento no limite. Além disso, conforme há o entupimento, fica inviável o uso do esgoto até a limpeza completa.

O Esgotamento de Fossa deve ser feito por desentupidora e jamais por pessoas leigas e sem equipamentos de segurança, além do conhecimento das normas ambientais. Os componentes retirados da Fossa Séptica são altamente contaminantes e além de oferecer riscos a saúde, ainda não pode ser descartado em qualquer local. É imprescindível que profissionais preparados façam essa limpeza, evitando qualquer tipo de problema ou riscos aos moradores do local.

Primeiro, os profissionais retiram a tampa da Fossa e aguardam para que todos os gases presentes sejam exalados. Isso é de suma importância, para evitar combustão, já que esses gases são altamente inflamáveis.

Passado o tempo dos gases exalados, é hora de fazer a limpeza, utilizando uma bomba de sucção, ligada a um caminhão especial. A limpeza é feita com rapidez e eficiência,

 pois além de ser um processo que envolve sujeira e odores desagradáveis, ainda é preciso que a sujeira seja retirada com cuidado e descartada em local que não oferece qualquer tipo de contaminação para água ou meio ambiente.

Outro fator da necessidade do Esgotamento de Fossa vai depender do serviço especializado de uma desentupidora, é que o processo é feito com segurança e a utilização de equipamentos especializados como caminhão com bomba de sucção, que retira os dejetos de maneira rápida e precisa.


Confira como Funciona e a Manutenção de uma Fossa Séptica

Uma forma alternativa a rede de esgoto comum, a Fossa Séptica é muito usada imóveis de regiões afastadas das grandes cidades e também em bairros onde o saneamento básico ainda não chegou.

No Brasil, estima-se que metade da população brasileira não possua esgoto e nem água encanada, mesmo depois de avanços como a criação da Lei do Saneamento Básico, vigorada a partir de 2007 e medidas que melhoraram o abastecimento e até a reciclagem do lixo.

Na falta de um sistema de esgoto público, é hora de apelar para a Fossa Séptica, uma alternativa viável que além de durável, oferece muito benefícios para o meio ambiente, evitando poluição e sendo um sistema muito eficiente, desde que haja a manutenção correta. Confira mais sobre Fossa Séptica neste post!


Como Funciona Fossa Séptica

Com o crescimento das grandes cidades como Porto Alegre, as antigas Fossas Sépticas foram sendo descartadas e aderidas a rede de esgoto público, que retém todo o esgoto das residências e leva para locais de tratamento, onde o lixo, dejetos e a água são separados para evitar problemas com poluição e doenças.

Mas as Fossas Sépticas estão longe de serem consideradas um sistema de esgoto rudimentar, pois sua maneira de uso é muito inteligente, simples e o melhor, sem agredir ao meio ambiente.

A Fossa Séptica funciona da seguinte maneira: todo o esgoto de um imóvel é retido em uma caixa, seja de alvenaria ou pré fabricada, onde o material líquido é separado do sólido e este último, se deposita embaixo através da gravidade por processo de sedimentação.

As bactérias anaeróbicas, aquelas que não necessitam de oxigênio para sobreviver, agem sobremicro organismos presentes nos dejetos do esgoto, de forma que estes diminuem em sua quantidade e se decompõem naturalmente, liberando gases durante o processo.

O líquido neste momento, é destinado ao sumidouro, uma instalação específica que devolve a água para o meio ambiente de forma correta e segura, sem trazer malefícios a longo prazo. Por fim sobra uma espécie de lodo no fundo que fica depositado e pode ser retirado em limpezas e manutenções posteriores.

Para que uma Fossa Séptica tenha sucesso, ela precisa ter basicamente 3 elementos:

  • Uma estrutura resistente e íntegra;
  • Bactérias vivas que façam o processo natural de decomposição dos dejetos;
  • E que os dejetos sólidos restantes fiquem depositados no fundo da fossa.

Caso algum desses elementos citados não esteja correto, ou seja, se a estrutura tiver fissuras, as bactérias receberem oxigênio que mata todas elas ou os dejetos não se depositem corretamente no fundo, estando inclusive muito cheio, é hora de fazer a manutenção da Fossa que garantirá sua eficiência por mais tempo.