O que fazer para evitar entupimentos

O que fazer para evitar entupimentos

Mensurar a importância de pequenas atitudes que evitem o entupimento desnecessário de tubulações, canos e ralos, parece difícil, e, ao mesmo tempo, é raro encontrar pessoas que acreditem nos resultados que elas podem ter, se tomadas corretamente. Mesmo assim, é sempre bom lembrar.

Nunca jogue restos de óleo e de gordura, na pia da cozinha, pois esses resíduos, uma vez no interior dos canos, se solidificarão, causando obstruções nos ramais da pia e em toda a rede geral de esgoto. Outra dica válida para evitar que o encanamento do esgoto entupa é encher, a cada 60 dias, a cuba da pia com água fervendo e sabão em pó, soltando o volume gerado, de uma vez só, para eliminar da tubulação as placas de gordura que estiverem em formação. O que você não deve fazer, com riscos claros de prejudicar suas instalações e, principalmente, sua saúde, é fazer uso de qualquer substância corrosiva, como a soda cáustica e o ácido, muito usados para desentupimento. Além deles não resolverem o seu problema (aparentemente, pode ser que sim, mas…) eles podem causar rupturas nas tubulações, que são, quase sempre, feitas de PVC.

Os objetos pontiagudos, como arames, também costumam ser utilizados, frequentemente, para tentar retirar dejetos presentes nos canos, e não deveriam ser. Eles podem ocasionar danos nas curvas de 45º até 90º, proporcionando a falsa impressão de desentupimento, enquanto a água pode estar saindo por outra ruptura, causada pelo arame, e se acoplando no subsolo do local, podendo provocar sérios prejuízos na estrutura e fundação do imóvel.

Agora um aviso: Se o esgoto do seu bairro for mandado para uma estação de tratamento, o melhor a fazer, por incrível que pareça, é jogar o papel higiênico utilizado, no vaso sanitário. Antes que você pare de ler esse artigo, achando que isso é absurdo e vai de encontro com o que já foi dito aqui, anteriormente, nós iremos explicar.

É verdade que muitas pessoas fazem uso incorreto no descarte do papel higiênico, entupindo os vasos e tubulações da casa, mas isso se dá porque, provavelmente, a quantidade de papel despejado é muito grande, o que, obviamente, impede a água de escorrer. Se o despejo for feito de maneira moderada e em pequenas quantidades, não há problema nenhum, uma vez que o papel (em especial, o higiênico) se dissolve com muita facilidade na água, e pode passar tranquilamente pelo sistema sifonado do vaso, se decompondo na rede de esgoto, sem causar qualquer tipo de entupimento, mesmo em vasos com caixas acopladas.

Fora o papel, nenhum outro objeto pode ser descartado lá. Absorventes, preservativos e demais não são biodegradáveis e demoram demais para se decomporem.