Tanques sépticos ou fossas conceito e funcionamento

Tanques sépticos ou fossas conceito e funcionamento

Tanques sépticos ou fossas conceito e funcionamento – Como isso é uma dúvida frequênte, esse material pode ajudá-lo a entender melhor como funciona seu sistema séptico em apenas 6 passos. Então vamos lá!

O que é um tanque séptico?

É uma unidade cilíndrica ou prismática retangular, de fluxo horizontal, para tratamento de esgotos por processos de sedimentação, flotação e digestão.

Para que serve a sua utilização?

De acordo com a NBR 7229 os tanques sépticos são indicados para:

– Áreas desprovidas de rede pública coletora de esgotos;

– Como alternativa de tratamento de esgotos em áreas providas de rede coletora local;

– Quando da utilização de redes coletoras com diâmetro e/ou declividades reduzido

Quais as suas funções?

– Separação gravitacional da escuma e dos sólidos, em relação ao líquido afluente, vindo os sólidos a se constituir em lodo;

– Digestão anaeróbia e liquefação parcial do lodo;

– Armazenamento do lodo.

Tanques sépticos ou fossas: conceito e funcionamento
Como isso é uma dúvida frequênte, esse material pode ajudá-lo a entender melhor como funciona seu sistema séptico em apenas 6 passos. Então vamos lá!

O que é um tanque séptico?

É uma unidade cilíndrica ou prismática retangular, de fluxo horizontal, para tratamento de esgotos por processos de sedimentação, flotação e digestão.

Para que serve a sua utilização?

De acordo com a NBR 7229 os tanques sépticos são indicados para:

– Áreas desprovidas de rede pública coletora de esgotos;

– Como alternativa de tratamento de esgotos em áreas providas de rede coletora local;

– Quando da utilização de redes coletoras com diâmetro e/ou declividades reduzido

Quais as suas funções?

– Separação gravitacional da escuma e dos sólidos, em relação ao líquido afluente, vindo os sólidos a se constituir em lodo;

– Digestão anaeróbia e liquefação parcial do lodo;

– Armazenamento do lodo.

Como dimensionar?

De acordo com as disposições da norma ABNT NBR 7229/93, considera-se os seguintes elementos de projeto:

– Pop. N = quantidade de pessoas

– Padrão de residências contribuintes: médio

– Intervalo entre limpezas do tanque: 1 ano (adotado)

– Temperatura ambiente média t = 22ºC

Como e quando remover o lodo?

É muito importante que o lodo seja retirado em períodos pré determinados para o bom funcionamento, geralmente com manutenções anuais, pois a acumulação excessiva  gera o ↓ Volume → ↓ TDH, prejudicando as condições operacionais do reator. Essa remoção de lodo pode ser realizada das seguintes formas:

– Através de pressão hidrostática (incomum)

– Através de bombeamento (incomum)

Restrições do tanque séptico:

– Deve ser vedado tipos de despejos capazes de causar interferência negativa;

– Elevação excessiva da vazão (águas pluviais; piscinas e lavagem de reservatórios de água)

– Preservar a qualidade das águas superficiais e subterrâneas (estanqueidade e distâncias), ou sseja, 1,5m de construções, limites de terreno, sumidouros, valas de infiltração e ramais prediais; 3,0m de árvores e de qualquer ponto de rede pública de abastecimento de água; 15,0m de poços freáticos e de corpos de água de qualquer natureza.

Por: Blog de Noticias: Tanques sépticos ou fossas conceito e funcionamento