Você sabia que pode adicionar bactérias a sua fossa séptica?

Você sabia que pode adicionar bactérias a sua fossa séptica?

Você sabia que pode adicionar bactérias a sua fossa séptica? bactérias as fossas sépticas estão cheias de bactérias e microrganismos trabalhando diariamente.

E nem percebemos tudo isto acontecendo. Normalmente, a fossa só recebe atenção quando precisa de uma limpeza ou manutenção, mas você pode começar a cuidar da sua fossa adicionado bactérias boas.

Que trarão um resultado muito melhor para o sistema de saneamento. Sempre vem coisas ruins à mente quando falamos em bactérias, mas a verdade é que elas estão presentes em todos os cantos do mundo.

Esses pequenos organismos têm um papel muito forte na grande cadeia que é o planeta Terra. Sua importância é totalmente oposta ao seu tamanho.

Entre todas as funções que as bactérias têm no meio ambiente está a decomposição de corpos e detritos. Elas quebram todos os resíduos presentes no sistema de esgoto e deixam a água limpa.

Para retornarem ao meio ambiente. O problema é que muitos produtos que usamos no dia a dia da rotina doméstica e de serviço destroem essa capacidade ao matar as bactérias que contribuem para a limpeza.

Limpadores químicos no geral, como detergente e água sanitária, estão entre os principais responsáveis por essas mortes. Por isso, é muito aconselhável evitar o uso destes produtos.

Os sabões naturais são melhores por permitirem a proliferação destas bactérias que auxiliam na decomposição de detritos no esgoto a vantagem é que você pode adicionar essas bactérias à fossa séptica de forma rápida e prática para auxiliar seu funcionamento.

Se perceber que a fossa está enchendo rapidamente, essa pode ser uma excelente solução para o problema. O mau cheiro dos ralos também pode ser resolvido com esses produtos que estão disponíveis no mercado.

O processo é bem simples: nos primeiros dias, você deverá despejar diariamente a quantia especificada pelo fabricante no ralo ou vaso sanitário. Passada uma semana, comece a aplicar a mesma quantia há cada quinze dias.

É bem difícil consertar os problemas de entupimento quando eles atingem parte da tubulação da casa. Então, use as bactérias boas como alternativa para manutenção da fossa séptica.


Como funcionam as fossas sépticas?

A fossa séptica é a melhor forma de tratamento de esgoto caseiro que existe e não apenas um jeito de acumular os detritos embaixo do solo, como algumas pessoas pensam.

Ela funciona de forma bem simples e prática, por isso é usada até hoje. As fossas sépticas precisam das bactérias para funcionar. Os resíduos que vão parar na fossa servem de alimento para esses microrganismo.

Por isso, muitas delas morrem com os produtos de limpeza. As bactérias transformam esses resíduos do esgoto em água potável e gases que retornam à natureza.

A pequena quantidade de lodo que fica no fundo da fossa séptica é de materiais não orgânicos que não podem ser decompostos por elas por esse motivo que você está contribuindo para o bom funcionamento e melhor tratamento da água ao adicionar bactérias boas na fossa séptica.


As bactérias para fossas sépticas podem ser verdadeiras aliadas.

Adicionar bactérias a sua fossa séptica bactérias são os microrganismos que estão presentes em maior quantidade nesse tipo de ambiente. Isso porque as bactérias para fossas sépticas desempenham um importante papel em digerir os resíduos e limpar a água.

De efluentes. Hoje em dia, uma fossa séptica é um sistema eficaz de tratamento de esgoto em pequena escala para casas e, principalmente, estabelecimentos comerciais.

Diante da sua importância, a seguir, saiba como as fossas sépticas funcionam e como fazer a sua correta manutenção a partir da atuação das bactérias e de biorremediadores.


Afinal, como trabalham as bactérias para fossas sépticas?

No interior de uma fossa séptica há trilhões de bactérias que desempenham a função de limpeza das águas. Entre os diferentes tipos de bactérias existentes.

As que estão mais presentes em um sistema séptico são as aeróbicas e anaeróbicas. As bactérias aeróbicas sãos as que utilizam oxigênio para sobreviver, eles são mais eficientes em decompor e utilizar o lixo orgânico.

Por outro lado, as bactérias anaeróbicas operam em lugares em que há pouco ou nenhum oxigênio, superando com mais facilidade alterações no ambiente, entretanto, são menos eficientes em decompor os resíduos.

Os resíduos sólidos são digeridos e excretados pelas bactérias anaeróbias e transformados em gases e líquidos. A ação bacteriana natural decompõe os resíduos naturais e os transforma em efluente benigno.


Como funciona o processo de adicionar bactérias a sua fossa séptica

A finalidade principal de uma fossa séptica é proteger as águas subterrâneas e superficiais, reduzindo a quantidade de nutrientes e patógenos no efluente.

Nesse contexto, as bactérias para fossas sépticas metabolizam o material orgânico e os íons inorgânicos presentes nas águas residuais.

Geralmente, em um sistema séptico, a água residual bruta é introduzida em um tanque para separar sólidos e para que ocorra a digestão anaeróbica.

Nesse processo, gases de metano, sulfeto de hidrogênio e dióxido de enxofre são produzidos, bem como um lodo de hidrocarbonetos de alto peso molecular.

O lodo resultante se decompõe quando exposto ao oxigênio e a bactérias aeróbicas. Normalmente, isso ocorre em uma estação municipal de tratamento de esgoto ou aterro sanitário.

Por fim, os organismos anaeróbios suspendem a matéria orgânica contida no efluente antes de chegar ao solo, onde a digestão dos componentes dissolvidos ocorre por bactérias aeróbicas.


Qual é a importância da biorremediação?

Cada vez mais tem sido comum o uso de biorremediadores para o tratamento de efluentes. Esse tipo de produto é composto por bactérias que metabolizam, imobilizam ou absorvem gorduras, proteínas e açúcares de encanamentos.

Caixas de gordura e também, de fossas sépticas. Por não conter substâncias ácidas, o biorremediador é inofensivo ao homem, aos animais e também ao meio ambiente.

Além disso, ele ajuda a melhorar a eficiência da fossa séptica, a reduzir a carga orgânica nos efluentes e, também, o problema do mau cheiro.

Dessa forma, o uso de produtos biorremediadores, como o limpa fossa porto alegre 24horas, atua na realização do tratamento de águas residuárias, introduzindo bactérias para fossas sépticas de forma totalmente sustentável.

Resultando na estabilização dos compostos orgânicos poluentes e evitando a contaminação do homem, dos animais e do meio ambiente.